Empresa Edições on-line Fale Conosco
Edição 91
Busca::..
Edição 93
Edição 92
Edição 91
Edição 90
Edição 89
Edição 88
Edição 87
Edição 86
Edição 85
Edição 84
Edição 83
Edição 82
Edição 81
Edição 80
Edição 79
Edição 78
Edição 77
Edição 76
Edição 75
Edição 74
Edição 73
Edição 72
Edição 71
Edição 70
Edição 69
Edição 68
Edição 67
Edição 66
Edição 65
Edição 64
Edição 63
Edição 62
Edição 61
Edição 60
Edição 59
Edição 58
Edição 57
Edição 56
Edição 55
Edição 54
Edição 53
Edição 52
Edição 51
Edição 50
Edição 49
Edição 48
Edição 47
Edição 46
Edição 45
Edição 44
Edição 43
Edição 42
Edição 41
Edição 40
Edição 39
Edição 38
Edição 37
Edição 36
Edição 35
Edição 34
Edição 33
Edição 32
Edição 31
Edição 30
Edição 29
Edição 28
Edição 27
Edição 26
Edição 25
Edição 24
Edição 23
Ediçao 22
Edição 21
Edição 20
Edição 19
Edição 18
Edição 17
Edição 16
Edição 15
Edição 14
Edição 13
Edição 12
Edição 11
Edição 10
Edição 09
Edição 08
Edição 07
Edição 06
Edição 05
Edição 04
Edição 03
Edição 02
Edição 01
empresa
contato
Ásia News
09/03/2022 02h41

Ásia News

UE prepara imposto sobre carbono a partir de 2026

Indústria siderúrgica de Taiwan deve sentir o maior impacto 

A União Europeia (UE) propôs em julho de 2021 o CBAM (Carbon Border Adjustment Mechanism), que será implementado gradualmente a partir de 2023 e que se aplica inicialmente aos produtos importados, como aço, alumínio, cimento, eletricidade, entre outros produtos com alto nível de emissão carbono. O período de transição exige apenas que os importadores relatem o nível de emissão de carbono dos produtos importados e nenhuma taxa será cobrada. Em 2026, quando o CBAM estiver em vigor, os importadores deverão adquirir um certificado CBAM da UE para pagar as taxas de emissão de carbono dos produtos importados. O MOEA (Taiwan) estima que 212 itens de produtos estarão sujeitos ao CBAM com uma faixa de impacto de cerca de NTD 24,5 bilhões (cerca de US$ 885 milhões), que ocupa 3,6% dos produtos exportados para a UE, principalmente produtos siderúrgicos.

Além disso, o Ministério proporá a Lei de Gestão e Redução de Gases de Efeito Estufa como uma emenda para incluir a tributação do carbono e coletar NTD 300 (US$ 10.83) por tonelada. O novo regulamento decretará a cobrança do imposto sobre o carbono, mas os detalhes, incluindo as taxas de impostos, métodos e procedimentos, vão esperar até que uma “sub-lei” seja determinada.

Tour na fábrica da CCM em Kaohsiung

A Taiwan Fastener Trading Association – TFTA levou quase cem pessoas na fabricante de máquinas de escolha

De acordo com Ching Chan Optical Technology Co., Ltd. - CCM, a indústria em geral foi fortemente atingida pela pandemia e cerca de 1/3 dos parafusos produzidos foram aplicados na indústria automotiva. Embora muitos países estivessem em um bloqueio e algumas fábricas tivessem sido forçadas a fechar temporariamente em 2020 o valor de exportação das empresas taiwanesas de fixadores ainda chegava a NT $ 120 bilhões (cerca de US$ 4,3 bilhões), o que a tenacidade das empresas taiwanesas. Nos primeiros dias, o custo da indústria de fixadores de Taiwan era aproximadamente constituído por matérias-primas (60%), conformação/encabeçamento/rosqueamento (20%) e processamento secundário, como tratamento térmico (20%), como resultado, o caminho para aumentar o valor da indústria era ir para o desenvolvimento de fixadores de alta qualidade. Hoje em dia, a estrutura de custos da indústria de fixadores evoluiu gradativamente para “33% do procedimento para aumentar o valor agregado, 30% do procedimento intermediário e 37% do processamento secundário”, o que também mostra o fato de que cada vez mais clientes coloquem importância na qualidade.

A CCM relata que que a pandemia foi um forte fator de alteração na rotina das pessoas, aumentando a demanda por produtos eletrônicos 3C (fabricados em conformidade), parafusos de móveis e itens do segmento "faça você mesmo" (DIY); desastres naturais, como dilúvios, também fez com que a demanda por fixadores para o setor da construção civil em geral se elevasse, tudo isso indicando oportunidades de crescimento para a indústria de parafusos e afins. Além disso, com a tendência de emissões de zero de carbono, a indústria de veículos elétricos (EV) será defi nitivamente uma oportunidade para a futura indústria de fixadores taiwanesa. Empresas deverão estabelecer sistemas de compartilhamento de informações transparentes e instantâneos para estruturas corporativas, inteligências de mercado,negociações com clientes, design de produtos, produção baseada em pedidos e atendimento ao cliente. Enfrentando problemas como portos marítimos lotados, escassez de contêineres, flutuações nos preços dos materiais etc., as empresas definitivamente devem manter a flexibilidade no controle do fluxo de caixa para alcançar uma operação sustentável.

Durante esse tour na planta industrial da CCM, na cidade de Kaohsiung, Taiwan, os membros da TFTA conheceram e viram de perto em operação a nova geração de máquinas de escolha da série HR, que, diferente da operação não contínua e rotação dos modelos de máquina tradicionais, se integram com o tipo contínuo de modelos de máquina e podem atingir a velocidade três vezes maior que as tradicionais.

Sheh Fung bate recorde em setembro, com receitas chegando a 35,48%

Receitas da Sheh Fung Screws em setembro de 2021 chegou a NT$ 0,207 bilhões (US$ 7,5 milhões), uma suave elevação de 0,05% em relação ao ano anterior. A receita acumulada entre janeiro e setembro 2021 atingiu NT$ 2,114 bilhões (US$ 76,298 milhões), indicando um robusto crescimento de 35,48%, comparado ao mesmo período de 2020. Tanto a receita do terceiro trimestre (Q3) quanto a receita acumulada entre Q1 e Q3 deste ano atingiram um novo recorde na história da empresa.

Segundo a empresa, a recuperação gradual do mercado americano impulsionou a demanda da construção civil, facilitando os resultados entre Q1 e Q3 de 2021, atingindo uma relação anual de 48%. As vendas para a construção em relação à receita total aumentaram 6%, que comparado ao mesmo período passado é de 66%.

Devido às altas nos preços do fio-máquina, a Sheh Fung também ajustou seus preços, o que ajudou a sustentar um crescimento contínuo. Além disso, embora toda a indústria de fixadores seja infl uenciada por algumas incertezas extenas, como o fornecimento de matéria-prima, taxas de câmbio, custos de envio e cronogramas, as demandas dos principais clientes da Sheh Fung no segmento de melhorias residenciais e construção DIY (faça você mesmo) permanece estável e mantém tendência de crescimento saudável. 

COMPARTILHE
CONTEÚDO DA EDIÇÃO

TAGS:
revistadoparafuso@revistadoparafuso.com